cmalogo

1791.0.pos

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO JOVEM

Objetivos

  • O Orçamento Participativo Jovem, enquadrado na política municipal da juventude, pretende aproximar os jovens à autarquia, consolidando a participação democrática e o envolvimento dos jovens à causa pública. Afigura-se como um importante instrumento na promoção do diálogo e da aproximação dos jovens ao poder político, numa visão cívica e de responsabilidade pública.

O OPJ visa:

  • i. contribuir para o exercício de uma intervenção informada, ativa e responsável dos jovens nos processos de governação local;
    ii. incentivar o diálogo e interação entre eleitos, técnicos municipais, cidadãos e a sociedade civil, de forma organizada, na procura das melhores soluções para os problemas;
    iii. contribuir para a educação cívica, permitindo aos cidadãos integrar as suas preocupações pessoais com o bem comum;
    iv. adequar as políticas públicas municipais às necessidades e expectativas dos jovens, para melhorar a qualidade de vida da comunidade;
    v. aumentar a transparência da atividade da autarquia;

 Beneficiários

  • Podem participar no OPJ de Amarante, através da apresentação de propostas e votação, todos os cidadãos com idades compreendidas entre os 14 e os 30 anos, residentes, trabalhadores ou estudantes em Amarante ou naturais de Amarante. A candidatura pode ser apresentada a nível individual ou em grupo

 Como aceder à medida

  • As candidaturas decorrem anualmente entre os meses de Março e Abril. Poderão ser apresentadas em formulário próprio, presencialmente na Divisão de Educação, Juventude e Desporto da Câmara Municipal de Amarante (Casa da Portela, Rua Dr. Miguel Pinto Martins, n.º 35, União de Freguesias de Amarante S. Gonçalo, Madalena, Cepelos e Gatão), através de e-mail: opjamarante@cm-amarante.pt ou submetidas em www.opj.cm-amarante.p.t. Devem anexar breve memória descritiva contendo os seguintes parâmetros:
    I. Título
    II. Resumo da proposta
    III. Diagnóstico de necessidade e fatores de inovação social
    IV. Objetivos e metas
    V. Plano de atividades
    VI. Visiblidade pública e impacto
    VII. Recursos necessários
    VIII. Orçamento
    IX. Outros elementos que considerarem pertinentes.

Técnico/a responsável

  • Estrela Carvalho e Pedro Pinto

Contactos