Cercimarante_logotipo

DESIGNAÇÃO SOCIAL
Cercimarante – Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos com Incapacidades, C.R.L.
TIPO DE ENTIDADE
Cooperativa de Solidariedade Social.
ANO DE FUNDAÇÃO
1980
MISSÃO
Promover o desenvolvimento de atividades de apoio em diferentes domínios de intervenção a pessoas com ou sem deficiência, visando a defesa dos seus direitos individuais e de cidadania, designadamente no quadro da promoção  do direito à igualdade de oportunidades.
OBJETIVOS (artigo 3º dos Estatutos)
1. A Cooperativa não visando a obtenção de lucros, tem por objeto:
a. Promover a adaptação das pessoas com deficiência e incapacidades, da família e consequentemente da sociedade;
b. Adquirir, construir, apropriar ou arrendar todas as infraestruturas necessárias, designadamente escolas;
c. Contratar e remunerar, a tempo inteiro ou parcial, os recursos humanos que se mostrem adequados ao preenchimento dos postos de trabalho, burocráticos, docentes ou técnicos necessários ao seu regular funcionamento;
d. Preparar a educação especial da criança, mediante uma melhor integração no meio familiar e social;
e. Promover todos os esforços no sentido de dinamizar os pais e os interessados, e prestar e aceitar colaboração ativa a todas as pessoas, singulares e coletivas, que visem fins idênticos aos da Cooperativa, através de todos os meios de informação e formação disponíveis;
f. Preparar a integração da criança inadaptada nos estabelecimentos de ensino normal e a sua posterior integração socioprofissional;
g. Promover entre os estudantes de todos os níveis o conhecimento deste grave problema e motivá-los para uma futura opção socioprofissional relacionada com a resolução do mesmo;
h. Disponibilizar alojamento permanente ou temporário a pessoas com deficiência;
i. Promover atividades para pessoas com problemas do foro psiquiátrico;
j. Disponibilizar alojamento coletivo a pessoas idosas.
2. No âmbito do espírito consagrado no ponto anterior, são as seguintes as finalidades principais da Cooperativa:
a. O desenvolvimento de atividades de apoio em diferentes domínios de intervenção a pessoas com deficiência e incapacidades ou com problemas de inserção socioprofissional, visando a defesa dos seus direitos individuais e de cidadania, designadamente no quadro da promoção do direito à igualdade de oportunidades;
b. Promover a prevenção da deficiência e incapacidades, recorrendo a todos os meios que lhe forem possíveis, designadamente informativos e de aconselhamento;
c. Desenvolver ações de informação e sensibilização junto da opinião pública para a problemática associada à defesa dos direitos da pessoa com deficiência e incapacidades e família;
d. Promover a deteção precoce das perturbações no desenvolvimento da personalidade das crianças, através de uma colaboração estreita com as infraestruturas de saúde, escolares, de apoio à infância e outras, e intervir imediatamente no sentido de ajudar a resolvê-las, através de acompanhamento e apoio a prestar a essas crianças e às respetivas famílias;
e. Promover o desenvolvimento das capacidades das pessoas com deficiência e incapacidades ou com graves problemas ao nível de inserção social e a aquisição de conhecimentos escolares e profissionais necessários à sua adequada integração na sociedade, ao exercício pleno dos direitos da cidadania e à realização, o mais harmoniosa e completa possível, das suas personalidades;
f. Promover o desenvolvimento de atividades de apoio a pessoas com graves problemas ao nível da autonomia, visando a promover o seu bem-estar e salvaguardar padrões razoáveis de qualidade de vida;
g. Pugnar pela erradicação de preconceitos e atitudes de incompreensão ou geradoras de situações de marginalização ou exclusão social que porventura se coloquem relativamente à pessoa com deficiência e incapacidades, designadamente através da compreensão das causas e da adoção de atitudes adequadas às
mesmas;
h. Disponibilizar alojamento e apoio residencial permanente ou temporário a pessoas com deficiência;
i. Promover atividades destinadas a pessoas com desvantagem, transitória ou permanente, de origem psíquica,
visando a sua reinserção sociofamiliar e ou profissional ou a sua eventual integração em programas de formação ou de emprego protegido;
j. Disponibilizar estrutura residencial para pessoas idosas, com alojamento coletivo, de utilização temporária ou permanente, em que sejam desenvolvidas atividades de apoio social e prestados cuidados de enfermagem.
3. A Cooperativa poderá desenvolver todo o tipo de atividades que, de algum modo, sirvam os objetivos enunciados